Clique aqui para conhecer detalhes do Curso de LinkedIn
Clique aqui para conhecer detalhes do Curso de LinkedIn

Estratégia de marketing pessoal no LinkedIn

Estratégia de marketing pessoal no LinkedIn

Estratégia de marketing pessoal no LinkedIn

Estratégia de marketing pessoal no LinkedIn. Defina o seu plano de marketing pessoal no LinkedIn.

Defina sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn

No ambiente profissional atual, ter uma estratégia de marketing pessoal no LinkedIn não é mais uma mera opção, mas um posicionamento profissional que pode determinar o sucesso ou fracasso de uma carreira.

Cada vez mais profissionais e empresas de recrutamento recorrem ao LinkedIn em processos seletivos e por isso ter uma boa presença nesta rede é essencial.

Quando falamos na necessidade de uma estratégia de marketing pessoal no LinkedIn nos nos restringimos a apenas profissionais em busca de boas colocações no mercado de trabalho mas também no uso do LinkedIn como ferramenta de marketing pessoal dando respaldo a iniciativas empresariais.

Sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn não está funcionando?

Algumas pessoas reclamam que sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn não está trazendo resultados e que provavelmente o LinkedIn não é tão bom assim quando se trata de conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho ou para prospecção de novas oportunidades de negócios, no caso de empresários.

Sempre que me deparo com esse tipo de reclamação, a primeira pergunta que faço é o que essa pessoa tem feito em termos de marketing pessoal no LinkedIn. Na maioria das vezes a resposta é que foi criado um perfil pessoal na rede, enviadas centenas de convites de conexão e nada mais. Bem, se você se encaixa nessa descrição, sinto muito lhe dizer, mas não espera grandes retornos.

Uma presença sólida no LinkedIn vai muito mais além do que preencher alguns campos de informação no perfil de forma descomprometida e o envio de convites de conexões. Uma verdadeira estratégia de marketing pessoal no LinkedIn envolve uma participação ativa e contributiva na rede. Uma presença sólida nessa rede exige engajamento com os demais participantes e um fluxo constante de informações nos dois sentidos.

O LinkedIn vais muito além do currículo

Muitas vezes lemos em artigos publicados por ai que o LinkedIn seria a versão moderna do currículo em uma roupagem digital e pública. Na verdade essa é uma abordagem muito superficial do que realmente é o LinkedIn.

Se essa descrição simplista correspondesse à realidade, não seria necessário desenvolver uma estratégia de marketing pessoal no LinkedIn, pois ele funcionaria simplesmente como marketing de display, onde o seu currículo ficaria exposto e sujeito a apreciação e pronto, nada mais.

Sem sombra de dúvida uma boa apresentação pesa bastante no seu Personal Branding no LinkedIn, mas o que conta como fator decisivo do sucesso das suas ações na rede são as interações que você realiza. Não se esqueça que o LinkedIn é um local de networking e isso se faz através de uma participação ativa nos diversos canais disponíveis no LinkedIn.

É ingenuidade acreditar que pelo simples fato de você ter preenchido alguns campos de formulário do seu perfil sua estratégia de marketing pessoal nesta rede estaria completa. Nem nela e nem em outra rede social qualquer isso seria o suficiente.

Planejamento da sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn

Como em qualquer outra estratégia de marketing digital em mídias sociais, o planejamento é essencial para que você consiga alcançar seus objetivo. Sair colocando os dedos no teclado e fazendo as coisas sem uma diretriz de procedimentos é puro desperdícios de tempo e energia, e na maioria das vezes acaba não levando a lugar nenhum.

Comece por definir os pontos básicos que nortearão suas ações:

  • Determine quais são seus principais objetivos da sua marca pessoal no LinkedIn
  • Defina o quanto de tempo você pode dedicar para a execução dessas tarefas
  • Quais são os seus objetivos de marketing pessoal no LinkedIn?
  • Qual o tempo que você tem para se dedicar a isso?
  • Qual a proposta de valor que você pode oferecer no LinkedIn?
  • Qual o seu nível de conhecimento da ferramenta?

Definidos estes seis pontos, você já pode começar a traçar a sua estratégia, elaborar o conteúdo do seu perfil e definir sua estratégia de conexões no LinkedIn. Eu reconheço que para muitas pessoas, a parte operacional é bem mais sedutora que a do planejamento, mas sem um bom planejamento prévio, os resultados simplesmente não aparecem.

Resultados a médio e longo prazo

É importante que você esteja consciente que os resultados não aparecerão da noite para o dia. Como toda estratégia de marketing nas mídias sociais, o retorno de suas ações se dará com o decorrer do tempo. As boas oportunidades de trabalho e negócios não aparecem todos os dias e relacionamentos sociais demandam tempo para amadurecer, portanto, não desanime se as coisas não começarem a acontecer imediatamente.

Também é importante que você construa sua rede de conexões no LinkedIn com critério e qualidade. De nada adianta você entulhar de gente sua rede de contatos se essas pessoas não estão alinhadas com os seus objetivos no LinkedIn. Da mesma forma que ao criar uma estratégia de marketing pessoal no Facebook você não deve ter o número de fãs como meta da sua página e sim as interações, tráfego que ela gera e conversões, no LinkedIn a quantidade de conexões não deve ser seu objetivo principal.

O LinkedIn pode se transformar em uma ferramenta sensacional para divulgação da sua marca pessoal, mas suas ações precisam ser precedidas de planejamento e depois de implementadas precisaram de um acompanhamento sistemático para que sua estratégia de marketing pessoal no LinkedIn tenha sucesso.

Com informações do Blog da Academia do Marketing

Estratégia de marketing pessoal no LinkedIn
2 Avaliações
2017-04-05T18:51:58+00:00 By |Categories: LinkedIn, Marketing Pessoal|Tags: , |

2 Comments

  1. Landy 28 de julho de 2016 at 12:40

    Gostei das dicas sobre marketing pessoal no LinkedIn. São muito valiosas e certamente irão me ajudar muito.

  2. Ronaldo César Pina 7 de novembro de 2016 at 16:41

    Muito interessante saber de tudo isso.
    Principalmente para quem está disponível para o mercado de trabalho e em busca de novas oportunidades.
    Eu tenho 40 anos de idade.
    Sou formado em administração de empresas trabalhei por 7 anos no HSBC depois abri um restaurante, mas continuo em busca de uma nova colocação no mercado de trabalho, se possível em um banco.

Leave A Comment